terça-feira, 15 de setembro de 2015

Planaltina recebe o Câmara em Movimento nesta quarta (16)

Cidade mais antiga do DF será a sexta a receber projeto de sessões itinerantes da CLDF


A Câmara Legislativa do Distrito Federal realiza a sexta edição do projeto "Câmara em Movimento", nesta quarta-feira (16), em Planaltina. A sessão ordinária será às 15h no ginásio de Múltiplas Funções, que fica ao lado da administração regional da cidade.

O projeto é uma iniciativa da atual gestão da Casa para aproximar o poder legislativo da população. As sessões ordinárias, que normalmente ocorrem em plenário, são realizadas nas cidades para facilitar o acesso e a participação dos moradores. A intenção é que os cidadãos vejam como os parlamentares atuam em plenário, acompanhando os debates e as votações. Por esse motivo, toda a estrutura necessária para uma sessão se movimenta até as cidades selecionadas.

Nas edições anteriores – Rodoviária do Plano Piloto, Ceilândia, Sobradinho, Brazlândia, Samambaia –, os cidadãos puderam apresentar suas demandas e reivindicações aos representantes do Legislativo. O projeto vai percorrer todas as cidades do DF.

Planaltina – A cidade de 165 mil habitantes fica a 38 km de Brasília. Conhecida por seu acervo histórico e cultural, o povoamento da região teve início no século XVIII com a passagem dos bandeirantes. A cidade abriga o Vale do Amanhecer, uma das maiores comunidades místicas do país, e também é palco da encenação da paixão de Cristo no Morro da Capelinha, evento que atrai cerca de setenta mil pessoas todos os anos.

Laço histórico - A missão Cruls, que realizou a expedição para a implantação da capital do País no Planalto Central, determinou o assentamento da Pedra Fundamental, em 1922, no Morro do Centenário em Planaltina, como o local em que se pretendia iniciar a construção da futura capital. Desde então, a pedra fundamental é um marco histórico da missão Cruls e também o símbolo da ligação entre Planaltina e Brasília

Fonte: Coordenadoria de Comunicação da Câmara Legislativa do Distrito Federal
Foto: Carlos Gandra/CLDF